SPFW -53 In Pactos around

o impacto fashion aconteceu
No início do evento há alguns anos atraz,este editor cobrava do SPFW que desse as diretrizes da moda vendável para os próximos meses....Com o advento da internet e dos lançamentos simultâneos dos desfiles e das mídias sociais,que divulgam a moda no instante dos desfiles,estou revendo esta posição.
O SPFW 53 está mostrando que o mais importante é o impacto explosivo e momentâneo,quando cada estilista desfila conceitos e maneiras de viver.As estações pouco importam,o que será vendável também não tem importância,o que vale é a explosão criativa dos artistas do SPFW.
Este ano,o evento teve cobertura da principal rede de TV do Brasil e patrocínios as revistas que sobreviveram ao fechamento das edições impressas.Patrocinadores também de outros segmentos fora da moda,como casa e decoração,shoppings centers e outros.
Dando um passeio around por São Paulo,o evento desfilou na Faap,na Mooca,no Senac e em galpões com platéia e sem platéia,com objetivos claros para divulgação nas mídias sociais.O Instagram do evento exibiu diariamente todos os desfiles e declarações dos estilistas,que tiveram a oportunidade de colocar suas inspirações e pontos de vista.
O tema Brasil,com uma visão folclórica e artesanal esteve presente na maior parte dos novos estilistas,que exploraram a brasilidade,a diversidade das regiões brasileiras e dos consumidores de moda,que hoje podem escolher e assumir seu tipo e estilo.
Por toda São Paulo e por todo o Brasil, o impacto pactual do SPFW 53 aconteceu...

Diaulas Novaes,o editor
Foto de Fernanda Calfat

Compartilhar


Fotos